Simule seu investimento em mogno africano AGORA

O mercado de Mogno Africano teve grande destaque nos últimos anos e promete mais em 2022. Saiba neste artigo o porquê ele pode ser considerado como o melhor investimento para você!

 

O Mogno Africano continua sendo uma das principais oportunidades para se investir fora do mercado financeiro, isso devido ao alto valor agregado de seu produto final e ótima produtividade quando a floresta é bem manejada. Optar pelo cultivo de madeiras nobres, pode ser o melhor investimento para o ano de 2022! 

E, assim como em outros setores, investir em Mogno Africano demanda de um processo complexo e com muita dedicação. Pensando nisso, nós temos a solução ideal para você que não tem muito conhecimento sobre o Mogno Africano, mas tem interesse em investir na madeira. Continue acompanhando a leitura para saber mais!

 

Por que o Mogno Africano pode ser considerado o melhor investimento?

O Mogno Africano é uma espécie arbórea que possui tonalidade rosada e castanho-avermelhada, sendo conhecido por produzir madeira nobre de qualidade. Essa matéria-prima é muito valorizada pelo mercado mundial devido a sua aplicação em movelaria, revestimentos e outros itens de luxo. 

 

investir-em-mogno-africano

 

Há diversas espécies do grupo Khaya sendo pesquisadas, mas, no Brasil, a espécie mais cultivada é a Khaya Grandifoliola (antiga Ivorensis) devido ao seu rápido crescimento e alto rendimento na produção de madeira nobre.

Em território brasileiro, o Mogno Africano apresenta uma excelente adaptação em regiões de clima quente. De acordo com os especialistas do Instituto Brasileiro de Florestas, o Brasil possui atualmente mais de 40 mil hectares de Mogno Africano. 

O plantio comercial da árvore é visto como o melhor investimento para aqueles que objetivam aumentar o patrimônio a longo prazo ou até mesmo, se aposentar. Se esse é o seu caso, clique aqui para saber como o cultivo do Mogno Africano pode te trazer um excelente retorno financeiro.

 

Lucratividade do Mogno Africano

 No processo de escolha do melhor investimento para suas aplicações, é sempre recomendável analisar a aplicação em números, como os valores dos seus custos iniciais, o rendimento anual, o tempo de retorno financeiro e muito mais. Esse raciocínio é eficaz para diversas transações comerciais, seja agrícola, silvicultural ou financeira.

Segundo pesquisas de mercado em relação à comercialização da madeira de Mogno Africano, é previsto que o negócio florestal da espécie anuncie a taxa interna de retorno entre 14% a 25% ao ano até a conclusão do seu ciclo. Entenda como foi elaborado esse cálculo por meio desta planilha de modelo de investimentos em Mogno Africano. 

Ademais, a análise da lucratividade do Mogno Africano deve incluir o desembolso em atividades de manutenção do plantio, cuidados na conservação da madeira, além de calcular outros fatores que interferem no custeio da matéria-prima. Ao realizar as estimativas do lucro do negócio florestal, é possível cair em alguns erros e detalhes minuciosos podem passar despercebidos. Descubra todos neste artigo!

 

O melhor investimento em 2022

O Mogno Africano, por ser uma madeira nobre com alto valor agregado, pode ser considerado como um dos melhores investimentos para realizar em 2022. Seu plantio está entre os investimentos mais seguros e rentáveis.

A maturação biológica do Mogno Africano é um dos destaques se comparado a outras árvores. Isso devido a sua maturidade acontecer, em média, aos 12 anos, enquanto as demais espécies ocorrem dos 18 aos 35 anos. Esse amadurecimento indica a formação do cerne, ou seja, a parte dura da madeira. Entenda mais sobre o assunto clicando aqui.

Entretanto, investir em Mogno Africano possui muitas outras vantagens que podem te garantir rentabilidade segura e com baixo risco. Para você que está interessado em encontrar o melhor investimento para 2022, veja a seguir 3 motivos para investir nesta madeira nobre.

 

mogno-africano

1. Investimento a longo prazo

Além de ser qualificado como uma madeira nobre, o Mogno Africano é uma opção de investimento a longo prazo com possibilidades de bons ganhos financeiros e ambientais. Investir na espécie é uma grande oportunidade de negócio, visto que o Brasil apresenta um grupo de condições únicas.

Em locais com boa capacidade para plantio, estima-se que um hectare de Mogno Africano bem manejado possa render mais de meio milhão de reais de lucro ao silvicultor. O custo inicial da plantação é influenciado por muitos aspectos, como o local, o grau de manejo empregado, o valor dos insumos, a mão de obra, o espaçamento e muito mais. 

Saiba mais sobre o melhor investimento florestal a longo prazo clicando aqui.

 

2. Mercado aquecido

Segundo uma pesquisa realizada pela Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), em 2017 as exportações brasileiras de madeira para os Estados Unidos alcançaram US$202 milhões, o que representou 2,7% das importações realizadas pelo país.

Nesse sentido, é válido ressaltar que há um grande consumo e valorização do Mogno Africano no mercado europeu e norte-americano. E, devido à sua consumação internacional, o preço do metro cúbico é bastante estável, podendo alcançar entre 100 a 600 euros em pé. 

Esse dado varia conforme a dimensão, a qualidade das toras e a distância do comprador. Por outro lado, quando a madeira é serrada, pode valer o dobro. Alguns países consumidores como Estados Unidos, França e China possuem moedas mais estáveis, promovendo mais garantia ao comércio florestal.

 

3. O melhor investimento é altamente seguro com o IBF

Investir em Mogno Africano necessita de dedicação por todo o seu processo de desenvolvimento. Nesse sentido, uma ótima opção é terceirizar o serviço para uma empresa especializada, que cuide desde o momento da aquisição da área para plantio até a manutenção das árvores durante o crescimento.  

 

polo-florestal

 

Atualmente, o Instituto Brasileiro de Florestas (IBF) desenvolve e fomenta o cultivo do Mogno Africano na cidade de Pompéu, em Minas Gerais. O estado mineiro é o maior polo produtivo da espécie no Brasil e, hoje em dia, o município citado apresenta mais de 16% de sua área coberta por florestas plantadas, o equivalente a mais de 40 mil hectares.

Este modelo de negócio administrado pelo IBF trata-se do projeto do Polo Florestal, que engloba mais de 2.800 hectares de áreas para cultivo do Mogno Africanode mais de 180 investidores. As áreas são fazendas com ótima aptidão florestal e excelente qualidade produtiva. Agregada à demanda do mercado consumidor, a região é altamente propícia para o desenvolvimento de culturas silviculturais. 

Não é necessário conhecimento específico para investir em Mogno Africano. A equipe do IBF zela e ampara todo o processo do investimento, como a aquisição da terra, a produção das mudas, a implantação e manutenção do plantio, o suporte na comercialização da madeira e muito mais.

 

SAIBA MAIS SOBRE O POLO FLORESTAL